Facebook
Busca
Notícias
Incêndio atinge prédio comercial na Zona Oeste de SP

Veja mais...

Primeiros Resultados da Nova Lei do PMOC

Veja mais...

Guia para Inspeção
Área Restrita
E-mail:   Senha:  

Empresas que trabalham em conjunto reduzem seus custos em até 80%


Data: 25-10-2011

Rafael Dias Borges NOTÍCIAS - Seguros

Programa pernambucano foi apresentado aos gaúchos

Um case de sucesso no Nordeste está trazendo conhecimento para o sul do Brasil. Interessada em um modelo de gestão, que vem apresentando bons resultados em Pernambuco, a Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado e Ventilação (ASBRAV) convidou dois administradores de empresas de Pernambuco a dividirem suas experiências com os gaúchos.

Segundo os integrantes do Programa Cooperar, Oberdan Cardoso e Paulo Cesar Ferreira, quando as empresas trabalham de forma conjunta, podem reduzir seus custos em até 80%. Foi o que apontou pesquisas feitas com 150 empresários pernambucanos. Outro dado que o estudo apresentou: 70% dos participantes afirmaram terem crescido consideravelmente em seu nível de competitividade. O projeto foi colocado em prática em 2004, no estado nordestino, e mostrou um crescimento da indústria da região.

Segundo os profissionais, o principal desafio é retirar a empresa do isolamento. A estratégia implica na criação dos chamados "Grupos de Competitividade", que são formados por empresas do mesmo setor, que se reúnem para propor ações conjuntas que visam vantagens competitivas que melhorem seu desempenho no mercado.

- O problema não é ser pequeno, mas estar sozinho. Quando se trabalha de forma conjunta, percebe-se que os problemas são os mesmos, sendo assim, a busca de uma solução pode ser encontrada para todos, reduzindo os custos - explica o administrador Paulo Cesar Ferreira.

Para amenizar os naturais empecilhos que aparecem durante a gestão de um negócio, é possível, por exemplo, adotar uma consultoria grupal. Ação que a ASBRAV já está implementando, através do seu Comitê Setorial junto ao Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade (PGQP). Outra medida é a troca de informações: quando uma minoria do grupo já passou por empecilhos que a maioria está encontrando. Por outro lado, esta experiência exige a superação do pensamento de que o concorrente é um inimigo da empresa, uma maturidade não muito fácil de ser alcançada.

- Um conjunto de lavanderias, em Pernambuco, conseguiu uma parceria com uma entidade alemã, que trouxe uma planta de tratamento de água que consegue reaproveitar até 70% da água utilizada na produção - complementa Paulo.

Os dois administradores destacaram que as entidades de classe devem atingir novas formas de gestão, sendo protagonistas no processo de mostrar a seus associados que eles podem cooperar uns com os outros, possibilitando assim, a maior rentabilidade das empresas no Rio Grande do Sul.

ASBRAV

A ASBRAV desempenha importante papel na defesa dos interesses de seus associados, empresas e profissionais dos setores de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação, na Região Sul. A qualificação profissional é um dos maiores objetivos da entidade. Oferece permanentemente cursos básicos e de atualização profissional na área, e ainda cursos de gestão empresarial para o desenvolvimento gerencial de seus associados. Também estabelece parcerias e cooperação técnica com entidades de ensino no Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.


Para maiores informações Clique aqui

Os conteúdos das matérias não refletem necessariamente a opinião do Qualindoor.




Voltar
ABRAVA - Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento
Qualindoor - Departamento Nacional da Qualidade do Ar Interno

    Av. Rio Branco, 1492, São Paulo, SP, CEP 01206-001, Fone (11) 3361 7266