Facebook
Busca
Notícias
Incêndio atinge prédio comercial na Zona Oeste de SP

Veja mais...

Primeiros Resultados da Nova Lei do PMOC

Veja mais...

Guia para Inspeção
Área Restrita
E-mail:   Senha:  

Venda de ar-condicionado e ventiladores deve crescer 30%


Data: 04-01-2012

Cuidados com a manutenção dos aparelhos é essencial para manter a qualidade do ar e da saúde



Assim que a estação mais quente do ano chega, a população começa a procurar formas de amenizar o calor, principalmente durante a noite, quando fica difícil dormir bem. É nesse período que as lojas de ventiladores e ar-condicionado lucram mais. A procura pelos utensílios costuma ser grande no verão, daí o otimismo dos lojistas que aponta para este ano vendas 30% maiores que em 2011.




O gerente de uma loja de eletrodomésticos no Centro da cidade, Alexandre Fontes, explicou que a procura pelos utensílios começou já em novembro passado. “Muita gente compra com antecedência porque sabe que no auge do verão esses aparelhos ficam mais caros.” Para quem busca um refrigério contra o calor, Alexandre oferece ventilador de mesa, de teto, de parede, umidificador de ar, e climatizador. “Todos saem bem nesta época do ano, por isso estamos com uma expectativa de 30% em relação ao ano passado.”




Este aumento de vendas é um reflexo natural do verão, mas é preciso ficar atento à manutenção, à frequência e à intensidade de uso desses aparelhos para evitar problemas respiratórios. Seja novos ou já usados, esses utensílios precisam de manutenção apropriada. Muitas empresas vendem e oferecem o serviço, mas nem todas têm qualificação. De acordo com Júlio César Vettorazzo Elias, diretor do Sindicato da Indústria de Refrigeração, Aquecimento e Tratamento de Ar no Estado de São Paulo (Sindratar), a procura por uma empresa qualificada é essencial para manter a boa qualidade do produto e, consequentemente, do ar que será respirado.




Conforme Vettorazzo, é comum encontrar empresas oferecendo desde a venda até a manutenção dos aparelhos, mas encontrar uma habilitada para cuidar de todo este processo da forma correta é difícil. “A falta de empresa qualificada é muito grande”, apontou. Ele é proprietário de uma loja especializada em ventiladores e ar-condicionado, no Centro da cidade, e contou que as vendas dos seus produtos ocorrem durante todo o ano para a indústria, universidades, laboratórios, obras, prédios e também à população em geral.




Para seus clientes, Vettorazzo oferece uma equipe qualificada para cuidar da manutenção dos aparelhos vendidos. “A questão da qualidade do ar é muito importante”, ressaltou.




Para evitar resfriados, alergias ou doenças respiratórias, o aparelho do ar-condicionado requer limpeza de filtros e dutos, partes que tendem a se desgastar com o tempo. Uma manutenção malfeita pode ocasionar a proliferação de micro-organismos e prejudicar a saúde, assim como aumentar o gasto com energia elétrica. Também os ventiladores precisam de cuidados, pois juntam poeiras em suas hastes e prejudicam a qualidade do ar.






Para maiores informações Clique aqui

Os conteúdos das matérias não refletem necessariamente a opinião do Qualindoor.




Voltar
ABRAVA - Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento
Qualindoor - Departamento Nacional da Qualidade do Ar Interno

    Av. Rio Branco, 1492, São Paulo, SP, CEP 01206-001, Fone (11) 3361 7266