Facebook
Busca
Notícias
Incêndio atinge prédio comercial na Zona Oeste de SP

Veja mais...

Primeiros Resultados da Nova Lei do PMOC

Veja mais...

Guia para Inspeção
Área Restrita
E-mail:   Senha:  

Crea-RO alerta sobre a importância da manutenção do ar condicionado e intensifica fiscalização


Data: 27-04-2012



Uma das atividades fiscalizadas pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Rondônia (Crea-RO) é a manutenção de ar condicionado. O Crea-RO vêm alertar a sociedade sobre a importância de realizar periodicamente a manutenção desses equipamentos, pois a falta de limpeza poderá ocasionar diversos danos a saúde e levar ao surgimento de várias doenças, tais como, bronquite, desencadear crises de rinite, doenças respiratórias, como também, uma doença pouco conhecida e muito grave que pode levar o indivíduo a morte, a chamada Síndrome do Edifício Doente (SID).

Ao considerar a necessidade de manter a qualidade do ar de interiores em ambientes climatizados, o amplo crescimento da utilização de sistemas de refrigeração, a preocupação com o bem estar, saúde e o conforto das pessoas que ocupam ou transitam por esses locais, o Ministério da Saúde, através da portaria n° 3.523, do dia 28 de Agosto de 1998, determinou a criação de um Plano de Manutenção, Operação e Controle (PMOC) para ambientes refrigerados. Este plano contém medidas básicas referentes aos procedimentos de verificação visual do estado de limpeza, remoção de sujeiras por métodos físicos e manutenção do estado de integridade e eficiência de todos os componentes dos sistemas de climatização para garantir a qualidade do ar de interiores e prevenção de riscos à saúde das pessoas que ocupam esses ambientes climatizados.

O Crea-RO está intensificando a fiscalização dos empreendimentos que possuem centrais de ar condicionado e sistema de refrigeração com objetivo de coibir o exercício ilegal da profissão, pois a instalação e manutenção destes equipamentos é uma atividade técnica do sistema Confea-Crea. As empresas e profissionais que atuam neste ramo são obrigadas a providenciar o registo no Crea-RO, bem como registrar a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) periodicamente conforme Lei Federal 6496/77. “Com isso, o Crea atua no seu objetivo principal que é coibir o exercício ilegal da profissão com intuito de defender a sociedade dos maus profissionais”, disse o assessor de fiscalização, Siguimar da Cruz.

Síndrome do Edifício Doente (SED)
Em 1976, cerca de 200 legionários veteranos que comemoravam a independência dos Estados Unidos estavam reunidos em um quarto de hotel onde 182 pessoas foram detectadas com um quadro respiratório agudo. Desse número, foram a óbito 29 pessoas. Esse quadro foi denominado de Legionelose, onde pesquisas realizadas implicaram na descoberta da bactéria chamada Legionella, que havia sido aerolizada a partir do sistema de ar condicionado central do edifício.

A partir daí, a preocupação tornou-se mundial, e na década de 80, o comitê técnico da Organização Mundial da Saúde (OMS) passou utilizar o termo Síndrome do Edifício Doente (SED). Entre os principais sintomas estão a fadiga, dores de cabeça, ardência nos olhos, irritação no nariz, garganta, entre outros. O edifício é considerado doente quando cerca de 20% das pessoas que o ocuparam o local apresentarem alguns destes sintomas.

Em virtude disto, o Crea-RO alerta sobre a importância da constante manutenção no sistema de refrigeração afim de evitar que esses problemas tornem-se ameaças para as pessoas que freqüentam os locais que estejam climatizados.

Fonte: Assessoria



Para maiores informações Clique aqui

Os conteúdos das matérias não refletem necessariamente a opinião do Qualindoor.




Voltar
ABRAVA - Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento
Qualindoor - Departamento Nacional da Qualidade do Ar Interno

    Av. Rio Branco, 1492, São Paulo, SP, CEP 01206-001, Fone (11) 3361 7266