Facebook
Busca
Notícias
Incêndio atinge prédio comercial na Zona Oeste de SP

Veja mais...

Primeiros Resultados da Nova Lei do PMOC

Veja mais...

Guia para Inspeção
Área Restrita
E-mail:   Senha:  

Lojistas se preparam para vendas de época em Mato Grosso


Data: 18-06-2012



Foto: Fonte Gazeta Digital

Publicado Segunda-Feira, 18 de Junho de 2012, às 08:25 | GAZETA DIGITAL


O inverno mato-grossense, porém, é seco




Lojas de eletrodomésticos e drogarias de Cuiabá e Várzea Grande se preparam para a chegada do inverno, que começa oficialmente no país na próxima quinta-feira (21), apesar das baixas temperaturas já terem chegado a Mato Grosso nas últimas semanas, assim como ocorreu em estados do Sul e Sudeste do país.



No calendário, a época mais fria do Hemisfério sul, onde o Brasil se encontra, o inverno ocorre entre 21 de junho e 23 de setembro, com o início da primavera, mais conhecida como estação das flores.



O inverno mato-grossense, porém, é seco devido à estiagem e apresenta baixa umidade relativa do ar, o que causa doenças respiratórias e desconforto. Nessa época, as vendas de umificadores e aparelhos de ar condicionado chegam a crescer cerca de 40% em Cuiabá, sendo comum a falta momentânea do produto nas prateleiras nas lojas varejistas, drogarias e até supermercados.



Gerente de marketing da rede de eletrodomésticos City Lar (holding Máquina de Vendas), Dino Gueno, diz que ao contrário do que se pensa, a época apresenta boas vendas de ar condicionado, já que em Mato Grosso e no norte do país, onde a rede também atua, o inverno costuma ser muito seco, o que faz com que a população procure o produto.



“Claro que quando o frio é sentido, há uma pequena queda nas vendas, mas é passageiro, como o frio em Cuiabá”. A rede também aposta em preços reduzidos para chamar a atenção do consumidor. Gueno explica que de um ano para cá, o preço do ar condicionado caiu, passando de cerca de R$ 1 mil para até R$ 699.



Enquanto o ar condicionado esfria e resseca, o umificador ameniza os efeitos da seca. A procura pelo aparelho é tanta que chega a faltar nas lojas no período de estiagem. Conforme a gerente da unidade Novo Mundo, situada em um shopping da Capital, Lucimar Ribeiro, houve crescimento de cerca de 12% na procura pelo umificador neste mês, antecipando as vendas do produto.



O climatizador, que além de oferecer a função de umidificar também ventila e refresca o ambiente, é outro produto muito procurado nesta época do ano. A diferença de preço, porém, é um dos empecilhos na hora da compra, já que um umidificador pode ser adquirido por R$ 39 enquanto um climatizador chega a custar R$ 250 na loja, explica a gerente. Já o ventilador apresentou queda de 7% nas vendas neste mês.



Subgerente de uma das lojas da Drogaria Rosário, Patrícia Tavares, garante um aumento da procura pelos climatizadores e umidificadores, em no mínimo 40% na época. “Além de oferecer os medicamentos necessários para os que ficam doentes com o clima mais seco, a drogaria oferta os aparelhos, de grande utilidade para a saúde”.



O período de estiagem causa problemas de alergias respiratórias, irritações nos olhos e ressecamento da pele, sendo de extrema importância alguns cuidados, como evitar exposição prolongada ao sol. É recomendada a ingestão de muita água. Na hora de dormir, o umidificador ameniza o clima seco, sem alterar a temperatura ambiente, liberando um fino vapor de água.



Para maiores informações Clique aqui ou envie um e-mail para pres.dn.qai@abrava.com.br.

Os conteúdos das matérias não refletem necessariamente a opinião do Qualindoor.




Voltar
ABRAVA - Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento
Qualindoor - Departamento Nacional da Qualidade do Ar Interno

    Av. Rio Branco, 1492, São Paulo, SP, CEP 01206-001, Fone (11) 3361 7266