Facebook
Busca
Notícias
Incêndio atinge prédio comercial na Zona Oeste de SP

Veja mais...

Primeiros Resultados da Nova Lei do PMOC

Veja mais...

Guia para Inspeção
Área Restrita
E-mail:   Senha:  

Vendas de ar-condicionado aumentam


Data: 28-02-2013



FOTO: HONÓRIO BARBOSA



Comercialização de aparelhos e centrais de ar-condicionado tem crescido no Sertão Central, por conta do forte calor dos últimos meses


Iguatu. O calor que faz nessa época do ano no sertão do Ceará contribui para aquecer as vendas de centrais de ar-condicionado. As lojas especializadas nesse tipo de aparelho comemoram os resultados das boas vendas na região Centro-Sul do Estado. Além das altas temperaturas, o reduzido consumo de energia, preço acessível e também a facilidade no pagamento, impulsionam o consumo desse tipo de equipamento.

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) estima que o aumento nas vendas de central de ar-condicionado foi de 30% em relação ao ano anterior, se compararmos 2012 e 2011. Os empresários do setor confirmam os números. "Não há o que reclamar, pois as vendas estão boas", disse a empresária Gláucia Palácio, cuja empresa em que trabalha com o marido é pioneira na venda de máquinas, peças e manutenção nesta cidade.

Nos últimos cinco anos, a concorrência aumentou consideravelmente. "Só existiam duas lojas especializadas, mas hoje são mais de cinco, além da venda desses produtos por grandes redes de lojas de eletrodomésticos", observou Gláucia Palácio.

Necessidade

Como o setor está aquecido, há necessidade de mão-de-obra especializada para os serviços de manutenção e instalação. Por isso, aumentou também a quantidade de oficinas.

Os consumidores das classes A e B não dispensam esse tipo de equipamento. E assim, quem não possuía passou a comprar. Mesmo que a conta de energia aumente no fim do mês, a necessidade de se enfrentar o calor praticamente obriga os moradores a adquirirem os aparelhos de ar-condicionado. "O calor está insuportável, quando a gente fecha as portas e janelas não há quem suporte e consiga dormir", disse a professora Andréia Lima. "Sem ar-condicionado a gente dorme mal e não acorda disposta para trabalhar no dia seguinte", acrescenta.

No período entre os meses de agosto e janeiro ocorre o chamado verão no Ceará, época que costuma ser mais quente que o normal. A temperatura elevada, em torno dos 40 graus Celsius, deixa os moradores irritados e aborrecidos. "O ar-condicionado deixou de ser um luxo, uma vaidade e passou a ser uma necessidade", disse o agrônomo Tenório Assunção. Além do crescimento de venda dos aparelhos de parede, houve o aumento para ar-condicionado automotivo e ventiladores.

Clima

Quem já morou ou foi ao sertão sabe que nessa época do ano a temperatura aumenta em demasia. Parece que o sol ´desceu´ um pouco mais e a sensação é de um calor escaldante e sufocante. O clima somente é mais agradável nos meses de abril, maio, junho e julho. "Se tivesse chovendo até que nesse período era para estar menos quente. Pelo visto, o calor vai permanecer intenso", observa o vendedor de centrais de ar-condicionado, Luís Souza.

O calorão fez com que aumentasse a venda de ar-condicionado nessa época do ano, pois, geralmente, no segundo semestre, entre os meses de setembro e dezembro, os lojistas registram maior volume de comercialização desses equipamentos. "A impressão que a gente tem é que, a cada ano que passa, a temperatura aumenta mais. Neste mês de fevereiro até hoje (ontem) vendemos doze unidades, cinco a mais do que no mesmo período do ano passado", disse o vendedor Antonio Rodrigues.

Ontem, o servidor público, Francisco Morais comprou o primeiro ar-condicionado. "É para o quarto do meu filho de dois anos, que não está dormindo direito por causa do calor. O jeito é fazer um sacrifício e instalar um aparelho de refrigeração", disse Morais, que pretende, no próximo ano, adquirir outra central para o quarto do casal.

Além do calor forte, outro motivo da alta procura pelo ar-condicionado tem a ver também com o seu barateamento. De acordo com a CDL, hoje é possível comprar um ar-condicionado até 45% mais barato do que há dois anos. Desse jeito, muita gente vai abandonar o ventilador, que é bastante comum na região, para comprar uma central moderna de refrigeração.

Mais informações:

Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Iguatu
Rua Dr. João Pessoa, 897, Centro
Telefone: (88) 3581. 1818

HONÓRIO BARBOSA
REPÓRTER


Para maiores informações Clique aqui

Os conteúdos das matérias não refletem necessariamente a opinião do Qualindoor.




Voltar
ABRAVA - Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento
Qualindoor - Departamento Nacional da Qualidade do Ar Interno

    Av. Rio Branco, 1492, São Paulo, SP, CEP 01206-001, Fone (11) 3361 7266