Facebook
Busca
Notícias
SP tem calor no fim de semana e virada do tempo no feriado

Veja mais...

Sobe para 21 o número de mortes provocadas por onda de calor no Canadá

Veja mais...

Guia para Inspeção
Área Restrita
E-mail:   Senha:  

Venda de ar condicionado aumenta consumo de energia no Nordeste


Data: 26-04-2013

25 de abril de 2013 • 16h52 • atualizado 17h02


CIRILO JUNIOR
Direto de Rio de Janeiro
O aumento do consumo no Nordeste impulsionou as vendas de aparelhos de ar condicionado, e a geração de energia na região disparou no primeiro trimestre deste ano, segundo a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). De janeiro a março deste ano, o consumo dos nordestinos avançou 9%, totalizando 17,1 mil GWh. Os refrigeradores de ar já estão presentes em 17% dos lares nordestinos e vem crescendo significativo nos últimos meses, de acordo com informações da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (Abrava) publicadas no informativo mensal da EPE.
Aliado a isso, alguns Estados da região tiveram um verão de calor bastante intenso. No Recife, por exemplo o período de janeiro a março foi um dos mais quentes dos últimos 50 anos.
No setor residencial, o consumo da região Nordeste explodiu de forma ainda mais significativa. A expansão chegou a 11,6% em relação ao primeiro trimestre de 2013, somando 5,9 mil GWh. Somente em março, tal crescimento foi de 8,9%.
No segmento comercial, a demanda por energia elétrica na região subiu 8,9% nos três primeiros meses de 2013. Em março, essa variação foi de 8,5%. Ao todo, o consumo no Nordeste aumentou 6,7% de janeiro a março.
Na região Norte, os números positivos nas residências e no comércio também chamam atenção. O segmento residencial registrou avanço de 9,9% no primeiro trimestre, somando 1,7 mil GWh. Somente em março, tal variação foi de 8,1%. No segmento comercial, a expansão, de janeiro a março, foi mais tímida, não passando de 4,1%
Houve forte incremento também no consumo de energia elétrica no Centro-Oeste. No setor residencial, o crescimento foi de 10,4%, totalizando 2,4 mil GWh. Apenas em março, esse avanço atingiu 8,3%.
No setor comercial, a expansão chegou a 8,2% nos três primeiros meses de 2013, somando 1,7 mil GWh. Ao todo, o consumo de energia elétrica no Centro-Oeste teve ampliação de 6,7%.
Ainda dentro dos dados relativos ao primeiro trimestre, o aumento do consumo residencial foi menos intenso no Sudeste (5,2%) e no Sul (3,1%). Segundo a EPE, isso ocorreu especialmente pelas temperaturas mais amenas nessas regiões no mês de março. Somente no mês passado, o consumo residencial no Sudeste diminuiu 1,9% na comparação com março de 2012. No Sul, essa retração chegou a 4,4%.
Consumo no País cresce 2,5% de janeiro a março
Com isso, o consumo de energia elétrica no País cresceu 2,5% no primeiro trimestre deste ano, apesar da queda da demanda industrial. Foram 114,6 mil gigawatts-hora (GWh) no período, ante 111,9 mil GWh de janeiro a março do ano passado.
O setor residencial teve consumo de 31,7 mil GWh no primeiro trimestre de 2013, o que significou uma expansão de 6,6% na comparação com igual período no ano passado. O segmento comercial teve crescimento semelhante (6,1%), totalizando 21,3 mil GWh.
Por outro lado, o setor industrial teve retração de 2,4% de janeiro a março deste ano, com um consumo total de 44 mil GWh. Esse desempenho deve-se, segundo informe da EPE, à produção irregular das indústrias, especialmente os setores eletrointensivos.


Para maiores informações Clique aqui

Os conteúdos das matérias não refletem necessariamente a opinião do Qualindoor.




Voltar
ABRAVA - Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento
Qualindoor - Departamento Nacional da Qualidade do Ar Interno

    Av. Rio Branco, 1492, São Paulo, SP, CEP 01206-001, Fone (11) 3361 7266