Facebook
Busca
Notícias
Incêndio atinge prédio comercial na Zona Oeste de SP

Veja mais...

Primeiros Resultados da Nova Lei do PMOC

Veja mais...

Guia para Inspeção
Área Restrita
E-mail:   Senha:  

USP diz que inspeção em veículos a diesel reduziu mortes em SP


Data: 18-05-2011

A inspeção ambiental nos veículos a diesel foi responsável por evitar a morte de 252 pessoas na cidade de São Paulo no ano passado, de acordo com estudo da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo) apresentado nesta quarta-feira.

Kassab vai exigir inspeção de ônibus e caminhão de fora
Falta de inspeção veicular provoca quase 70 mil multas
Inquérito analisa suposta falha em inspeção veicular

O estudou aponta também que foram evitadas 298 internações por problemas provocados pela poluição --no caso do diesel, principalmente de material particulado. A poluição agrava doenças como asma e pneumonia.

"É como se a gente fumasse um pouco sem querer, cerca de dois ou três cigarros. Não é muito em comparação ao fumante, mas afeta bebês, gestantes, asmáticos", disse o médico Paulo Saldiva, coordenador do Laboratório de Poluição Atmosférica Experimental da Faculdade de Medicina da USP.

O relatório considerou cálculos do consultor Gabriel Branco com base nos dados da inspeção em 2010. Os 121 mil veículos a diesel inspecionados foram responsáveis por reduzir uma quantidade de material particulado que seria produzida por 20 mil veículos. "Ou seja, é como se a inspeção tivesse retirado da frota da cidade 20 mil veículos", disse Branco.

Os veículos a diesel produzem 40% do material particulado na atmosfera. Segundo especialistas, a tecnologia do diesel no Brasil é atrasada _um ônibus daqui polui até 15 vezes mais que os da Europa e EUA.

O estudo da USP aponta que, caso toda a frota a diesel esperada pela inspeção se submetesse ao teste --240 mil veículos-- teriam sido evitadas 498 mortes e 588 internações no ano passado.

"Quando o médico tem um paciente com sobrepeso, ele recomenda uma dieta. Mas, nessa área, a saúde não tem o que fazer. Você não pode recomendar pra ninguém que tenha ar engarrafado, que fuja da cidade. O remédio está nas mãos de outras secretarias", disse Saldiva.

DINHEIRO

O estudo da USP aponta ainda que, com a redução das internações, a inspeção economizou ao sistema de saúde público e particular US$ 987,4 mil (R$ 1,6 milhão). Caso toda a frota fosse inspecionada, seriam economizados US$ 1,9 milhão (R$ 3 milhões).

Para Saldiva, "é mais fácil você sensibilizar as pessoas por dinheiro do que por fila de hospital. O gestor tem que ter essa informação, porque ele sabe quanto custa mudar, mas não sabe quanto custa manter".

De acordo com Saldiva, o próximo estudo a ser realizado será o do impacto da inspeção nos automóveis e motos, que emitem monóxido de carbono e hidrocarbonetos.


Para maiores informações Clique aqui

Os conteúdos das matérias não refletem necessariamente a opinião do Qualindoor.




Voltar
ABRAVA - Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento
Qualindoor - Departamento Nacional da Qualidade do Ar Interno

    Av. Rio Branco, 1492, São Paulo, SP, CEP 01206-001, Fone (11) 3361 7266