Facebook
Busca
Notícias
Incêndio atinge prédio comercial na Zona Oeste de SP

Veja mais...

Primeiros Resultados da Nova Lei do PMOC

Veja mais...

Guia para Inspeção
Área Restrita
E-mail:   Senha:  

Legionela: como se esconde no organismo?


Data: 18-06-2013



Estudo publicado na "PLOS Pathogens"

Investigadores espanhóis e americanos descobriram como a Legionella pneumophila consegue passar despercebida às células do organismo, dá conta um estudo publicado na revista “PLOS Pathogens”

A Legionella pneumophila causadora da doença dos legionários, uma doença infeciosa que pode conduzir à pneumonia, vive em águas paradas e entra no nosso organismo através das vias respiratórias, aquando da inalação de gotas microscópicas de água contaminada.

No organismo, a bactéria é fagocitada pelas células do sistema imunológico mas não é destruída, sendo depois capaz de manipular as células do hospedeiro e de se multiplicar no seu interior. Para conseguir passar despercebida, modular o processo celular e multiplicar-se, a bactéria produz mais de 300 proteínas, entre as quais se encontra a SidD.

Neste estudo, os investigadores do centro de CIC bioGUNE, em Espanha, conjuntamente com o US National Institutes of Health, nos EUA, e ainda com outro centro de investigação espanhol, descobriram de que modo a proteína SidD está envolvida na camuflagem da bactéria e na progressão da infeção.

“A Legionella pneumophila, é um organismo, que durante milhões de anos de evolução, aprendeu a manipular as proteínas do hospedeiro para seu próprio benefício, favorecendo deste a modo a infeção. Saber como este processo ocorre poderá ajudar na manipulação as proteínas, para nosso próprio benefício”, revelou, em comunicado de imprensa, um dos autores do estudo, Aitor Hierro.

Na opinião do investigador, esta descoberta não apenas sugere novos alvos que poderão ajudar no desenvolvimento de inibidores, como também revela mecanismos moleculares que podem ser readaptados e utilizados, nomeadamente, no transporte seletivo de moléculas com utilidade terapêutica.

ALERT Life Sciences Computing, S.A.


22 de Maio de 2013

Conteúdo ainda não aprovado pela SRNOM Conteúdo ainda não aprovado pela SRNOM


Para maiores informações Clique aqui

Os conteúdos das matérias não refletem necessariamente a opinião do Qualindoor.




Voltar
ABRAVA - Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento
Qualindoor - Departamento Nacional da Qualidade do Ar Interno

    Av. Rio Branco, 1492, São Paulo, SP, CEP 01206-001, Fone (11) 3361 7266