Facebook
Busca
Notícias
Incêndio atinge prédio comercial na Zona Oeste de SP

Veja mais...

Primeiros Resultados da Nova Lei do PMOC

Veja mais...

Guia para Inspeção
Área Restrita
E-mail:   Senha:  

Qualidade do ar é debatida por profissionais da Vigilância Sanitária


Data: 18-06-2013

Tatiana Maciel
23/05/2013


Ampliar Alexsandro Xavier Bueno

Ampliar Tatiana Maciel
Por Manuela Penacal

Técnicos em Saúde Ambiental da Diretoria de Vigilância Sanitária (Divisa) reuniram-se na manhã dessa quinta-feira, 23, para iniciar a elaboração do Programa Nacional de Vigilância em Saúde Ambiental relacionada à Qualidade do Ar (Vigiar). O encontro contou com a participação da técnica do Ministério da Saúde, Tatiana Maciel, que orientou os profissionais de Sergipe quanto às diretrizes e metas do programa.

“O Vigiar integra as atividades do Ministério da Saúde para verificar a qualidade do ar e a relação com as doenças respiratórias. Pretendemos colher dados para que, a partir deles, medidas mais específicas sejam adotadas para prevenir a população contra essas doenças”, pontuou Tatiana.

A técnica destaca que o programa foca nas cidades que possuem alta concentração de automóveis, indústrias e mineradoras. A partir dos estudos, unidades sentinelas serão implantadas nos municípios considerados prioritários. Essas unidades terão o papel de monitorar e notificar os casos de doenças respiratórias à Divisa. O órgão, por sua vez, analisará os dados e criará um protocolo de saúde, como forma de reverter os índices.

“A partir desse momento, faremos uma adequação do programa à realidade de Sergipe. No prazo de um mês, esperamos iniciar a conversa com os municípios e o treinamento das equipes para a implantação das unidades de informações”, explicou o gerente de Vigilância em Saúde Ambiental da Divisa, Alexsandro Xavier Bueno.

Programa Vigiar

O Vigiar integra os programas de Vigilância em Saúde Ambiental do Ministério da Saúde que visam a promoção da saúde individual e coletiva. Por meio de sua criação, o Governo Federal estabelece modelo, campo e forma de atuação desta vigilância como forma de promover a saúde da população exposta aos fatores ambientais relacionados aos poluentes atmosféricos. Seu campo de atuação prioriza as regiões onde existem diferentes atividades de natureza econômica ou social e que gerem poluição atmosférica caracterizando fatores de risco para as populações expostas, denominadas ‘Áreas de Atenção Ambiental Atmosférica de interesse para a Saúde’.


Para maiores informações Clique aqui

Os conteúdos das matérias não refletem necessariamente a opinião do Qualindoor.




Voltar
ABRAVA - Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento
Qualindoor - Departamento Nacional da Qualidade do Ar Interno

    Av. Rio Branco, 1492, São Paulo, SP, CEP 01206-001, Fone (11) 3361 7266