Facebook
Busca
Notícias
SP tem calor no fim de semana e virada do tempo no feriado

Veja mais...

Sobe para 21 o número de mortes provocadas por onda de calor no Canadá

Veja mais...

Guia para Inspeção
Área Restrita
E-mail:   Senha:  

Ar Condicionado


Data: 22-09-2013



Dom,22 Set 2013

Esta semana, a rúbrica de saúde é sobre as doenças e sintomas que são provocadas pelo ar condicionado.

As elevadas temperaturas que se fazem sentir nesta época do ano, principalmente na nossa zona, torna cada vez mais comum a utilização destes aparelhos. Deixou de ser um artigo de luxo, passando a estar presente em qualquer repartição pública, centro comercial ou café que frequentamos. É devido à exposição excessiva a estes eletrodomésticos, no local de trabalho, lazer ou no próprio veículo, que a população está cada vez mais suscetível a estas doenças.

Como já é usualmente sabido, o ar acondicionado emite ar seco, que ao atravessar as nossas vias respiratórias, causa arrefecimento da mucosa devido à evaporação da água (a mucosa, em casos normais, é húmida para facilitar eficazmente as trocas gasosas). Os indivíduos mais sensíveis ou já com problemas respiratórios, como asmáticos, são os mais afetados, causando sintomas como hipersensibilidade, irritação e comichão.

À parte das características físicas do ar, existem os contaminantes transportados no ar, já que dentro do aparelho desenvolvem-se microrganismos, sobretudo fungos em grandes quantidades. Isto deve-se, em parte, à falta de higienização do aparelho, ausência de uma limpeza regular dos filtros e a uma manutenção deficiente. Estes agentes contribuem para o agravamento da asma, irritação nasal (já provocada pelo ar seco emitido pelo aparelho), inflamação nos alvéolos e em casos mais extremos, pode levar a uma pneumonite de hipersensibilidade.

Atualmente a instalação do ar condicionado em novos edifícios é realizado sob novas normas e inclusive há quem opte pela instalação de painéis nas paredes de modo a obter a climatização ambiental através da irradiação do ar, em vez da tradicional insuflação que a corrente de ar induz às vias aéreas.

Se tem uma exposição diária ao ar condicionado, por motivo de trabalho, climatérico, etc, previna-se tendo em conta que deve certificar se a limpeza dos filtros é regular (1 vez por mês, deve ser suficiente) e hidrate-se com bastante mais frequência do que normalmente faria.

Lembre-se que o ar condicionado pode ser um meio de disseminação de doenças e como tal, pode prejudicar a sua saúde!

Caso tenha questões ou queira ver algum tema aqui esclarecido, contate a equipa do “Saúde, não Mente!” através do mail: saude.nao.mente@gmail.com


Para maiores informações Clique aqui

Os conteúdos das matérias não refletem necessariamente a opinião do Qualindoor.




Voltar
ABRAVA - Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento
Qualindoor - Departamento Nacional da Qualidade do Ar Interno

    Av. Rio Branco, 1492, São Paulo, SP, CEP 01206-001, Fone (11) 3361 7266