Facebook
Busca
Notícias
Incêndio atinge prédio comercial na Zona Oeste de SP

Veja mais...

Primeiros Resultados da Nova Lei do PMOC

Veja mais...

Guia para Inspeção
Área Restrita
E-mail:   Senha:  

Ar condicionado durante o verão pode causar pneumonia


Data: 16-02-2014

Dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) apontam que o mês de janeiro de 2014 foi o mais quente nas últimas décadas. E a previsão é de que as altas temperaturas permaneçam pelo menos durante a primeira quinzena de fevereiro. A alta nos termômetros está relacionada à fala de chuva, que ajuda a diminuir o calor e é um bloqueio atmosférico que deixa o ar quente e seco parado no centro-sul do país. Devido ao calor excessivo, muitas pessoas recorrem ao uso do ar-condicionado para se refrescarem.

De acordo com a pneumologista Irma de Godoy, a utilização inadequada e a falta de manutenção preventiva do aparelho favorecem a proliferação de bactérias e fungos e, ao invés de ajudar, o ar condicionado pode se tornar um problema para a saúde da família ou dos trabalhadores, pois gera inúmeras doenças respiratórias. “Existem dois problemas relacionados ao ar condicionado. Primeiro, é com relação ao fato de que o ar atmosférico já está com a umidade muito baixa e, com o uso do ar-condicionado, ela cai mais ainda. Com essa baixa umidade, nossas vias aéreas superiores funcionam como um ar-condicionado ao contrário, precisando aquecer e umedecer o ar que respiramos, antes que ele entre no pulmão. Como o ar entra muito seco na via aérea, nosso organismo tem que fornecer água e calor para esse ar. Com isso, o corpo perde água e as pessoas precisam sempre estar bem hidratadas. Isso vai promover a melhoria dos sintomas de ressecamento das mucosas”, esclarece.

A especialista alerta ainda que, se o aparelho de ar-condicionado não tiver manutenção e limpeza adequadas, pode acumular algumas bactérias e fungos. “A principal bactéria é a Legionella pneumophila, que comumente cresce neste ambiente. Em locais fechados, onde as pessoas respiram sempre o mesmo ar proveniente do ar-condicionado, é possível a inalação de partículas contendo essas bactérias e ainda desenvolver pneumonia específica relacionada com a contaminação do sistema de ar condicionado. Ela ficou conhecida por muito tempo como pneumonia atípica, diretamente ligada ao uso de ar condicionado em ambientes fechados”, explica a médica.

Irma de Godoy esclarece que quanto mais baixa a temperatura mais o ar-condicionado será responsável pelo ressecamento do ar. Nesse sentido, a pneumologista alerta que deixar o aparelho com temperaturas abaixo de 20ºC pode gerar ainda mais prejuízos às vias aéreas.


Thassiana Macedo - 08/02/2014
Fonte: JM Online


Para maiores informações Clique aqui

Os conteúdos das matérias não refletem necessariamente a opinião do Qualindoor.




Voltar
ABRAVA - Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento
Qualindoor - Departamento Nacional da Qualidade do Ar Interno

    Av. Rio Branco, 1492, São Paulo, SP, CEP 01206-001, Fone (11) 3361 7266