Facebook
Busca
Notícias
SP tem calor no fim de semana e virada do tempo no feriado

Veja mais...

Sobe para 21 o número de mortes provocadas por onda de calor no Canadá

Veja mais...

Guia para Inspeção
Área Restrita
E-mail:   Senha:  

Ministério invoca legionella para pedir revisão de datas da greve de enfermeiros


Data: 13-11-2014



António Cotrim, Lusa



Carlos Santos Neves, RTP
13 Nov, 2014, 08:00 / atualizado em 13 Nov, 2014, 12:17


Em carta remetida esta semana ao Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, o Ministério da Saúde apela a uma redefinição das datas da greve nacional que aqueles profissionais têm prevista para esta sexta-feira e para o próximo dia 21. A equipa de Paulo Macedo invoca, para tal, o quadro "extraordinário" do surto de legionella em Vila Franca de Xira.
A carta da tutela, cujo conteúdo é revelado pela agência Lusa, data de quarta-feira. No texto, o Ministério da Saúde diz temer que a paralisação dos enfermeiros "possa comprometer a prestação de cuidados de saúde". Estão em causa, segundo o Governo, "necessidades em saúde indispensáveis e inadiáveis".

Na ótica do Ministério da Saúde, face a uma "situação de desafio excecional torna-se ainda mais importante que todos os agentes do setor demonstrem o grau de profissionalismo e responsabilidade que tem sido a chave do sucesso na resposta aos desafios do momento".

"Sem questionar o direito constitucional à greve, solicita-se que, tendo em conta o interesse público e o cenário epidemiológico extraordinário atual, se dignem avaliar a oportunidade da paragem laboral já decretada, as consequências nos cuidados prestados às pessoas e a perceção social sobre a greve e os seus riscos", sublinha a missiva, que comporta a assinatura do secretário de Estado da Saúde, Manuel Teixeira.

O Ministério da Saúde adverte que o surto, com epicentro no concelho de Vila Franca de Xira, "ainda não se encontra debelado, podendo ainda aumentar o número de doentes com necessidade de cuidados de saúde". E admite que não é possível determinar, por ora, a evolução do número de infetados, tão-pouco quantificar os enfermeiros necessários.


Para maiores informações Clique aqui

Os conteúdos das matérias não refletem necessariamente a opinião do Qualindoor.




Voltar
ABRAVA - Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento
Qualindoor - Departamento Nacional da Qualidade do Ar Interno

    Av. Rio Branco, 1492, São Paulo, SP, CEP 01206-001, Fone (11) 3361 7266