Facebook
Busca
Notícias
Incêndio atinge prédio comercial na Zona Oeste de SP

Veja mais...

Primeiros Resultados da Nova Lei do PMOC

Veja mais...

Guia para Inspeção
Área Restrita
E-mail:   Senha:  

Prepare-se contra a gripe


Data: 04-07-2011

A gripe é uma infecção causada pelos vírus influenza. Como esses micro-organismos mudam constantemente suas características biológicas, e dificultam o sucesso do nosso processo imunitário, o nosso organismo tem muita dificuldade em se livrar dos incômodos da gripe. Outro problema relacionado à gripe é que ela é uma doença altamente contagiosa. A transmissão ocorre pelo ar, quando pacientes falam, espirram e tossem, e, indiretamente, pelas mãos e por objetos contaminados.

Como no inverno, que começou oficialmente no Brasil no dia 21 de junho, a incidência da doença é maior, cuidados específicos com a saúde se fazem necessários, especialmente com a das crianças. Nesta época, o ar fica mais seco. E é esse fator facilita a propagação de vírus e bactérias. A baixa umidade do ar também dificulta a eliminação do catarro acumulado nos pulmões, favorecendo a instalação de bactérias no aparelho respiratório. A transmissão dos agentes causadores de doenças infecciosas é elevada à décima potência quando ficamos muito tempo em lugares fechados e aglomerados. É a soma desses fatores que faz o número de crianças – e de adultos – doentes aumentarem no inverno.

Os principais sintomas são fraqueza, tosse seca e espirros, dor de cabeça, dor muscular, febre alta e calafrios. O tratamento indicado é através de medicamentos antivirais para o combate do agente e para o controle da febre e da dor muscular, além de descongestionantes e antitussígenos. O profissional de saúde deve ser sempre consultado para indicar o melhor tratamento e evitar maiores complicações.

Crianças são as principais afetadas

A gripe não escolhe indivíduos. Mas, os efeitos de suas infecções são maiores em idosos e crianças, especialmente nos bebês. Esses dois grupos sofrem pela fragilidade de seus sistemas imunológicos, responsáveis por conter os ataques desses agentes ao organismo.

Se na infância o mecanismo de defesa está em desenvolvimento e ainda não criou anticorpos contra os mais comuns invasores, na terceira idade esse recurso já não apresenta a mesma eficiência de um corpo jovem. O resfriado e a gripe lideram entre as doenças mais comuns na infância. Crianças têm entre 8 e 12 episódios de cada uma dessas doenças por ano, representando uma média de um caso a cada 30 a 60 dias.

Veja, abaixo, algumas orientações para evitar a gripe, especialmente na estação mais fria do ano:

Vacinação anual, especialmente para os idosos: a vacina contra a gripe geralmente é aplicada antes de iniciar o inverno. Geralmente a vacina contra a gripe tem uma eficácia em torno de 70 e 90%. Nos idosos, esta vacina pode impedir complicações relacionadas à gripe, como pneumonia e sinusite, reduzindo internações e óbitos.

Lavar as mãos: a lavagem correta das mãos é uma das maneiras mais eficazes de se prevenir muitas infecções, inclusive a gripe.

Comer e dormir bem: uma dieta pobre e um sono ruim podem diminuir a imunidade corporal e tornar o organismo mais vulnerável a infecções. Uma dieta equilibrada que enfatiza frutas e vegetais frescos, cereais integrais e ainda pequenas quantidades de proteína magra (carne de peixe ou frango) funciona para a maioria das pessoas. Por outro lado, a quantidade de sono necessária para um sistema imunitário saudável varia de pessoa para pessoa. Em geral, os adultos precisam dormir de sete a oito horas de sono numa noite. Crianças e adolescentes precisam de mais descanso - entre nove e dez horas todas as noites.

Exercícios físicos: a prática de exercícios físicos regulares fortalece o sistema imune, ajudando a prevenir a ocorrência de infecções em alguns casos.

Evitar multidões nessa época: a gripe se propaga facilmente onde as pessoas estão aglomeradas, como em creches, escolas, edifícios de escritórios, auditórios e transportes públicos. Ao evitar multidões durante a época gripal, você pode reduzir suas chances de infecção.

Do Portal Uai


Para maiores informações Clique aqui

Os conteúdos das matérias não refletem necessariamente a opinião do Qualindoor.




Voltar
ABRAVA - Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento
Qualindoor - Departamento Nacional da Qualidade do Ar Interno

    Av. Rio Branco, 1492, São Paulo, SP, CEP 01206-001, Fone (11) 3361 7266